EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Do Uzbequistão para França. Paris recebe competição de Kurash

Competição de kurash em Paris, França
Competição de kurash em Paris, França Direitos de autor EURONEWS
Direitos de autor EURONEWS
De  Andrew RobiniEuronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Conheça os vencedores que disputaram o mais recente torneio da modalidade que começou como uma luta tradicional uzbeque.

PUBLICIDADE

Centenas de fãs e atletas reuniram-se em Paris durante o fim-de-semana para assistir ao torneio internacional de Kurash. A capital francesa acolheu o prémio Presidente da República do Uzbequistão, desta modalidade de luta tradicional.

Alvo de alguma popularidade a nivel mundial, o desporto vê nas competições europeias um terreno fértil para conquistar novos praticantes.

Presentes na cerimónia de abertura, os representantes da Federação Francesa,não hesitaram em destacar o papel do kurash na melhoria da saúde física e mental.

Komil Yusupov, fundador da abordagem moderna à modalidade espera, num futuro breve, vê-la integrada na família olímpica, mas não só,

Yusupov afirma que "este ano, já realizámos quatro torneios internacionais no continente europeu. O principal objetivo da realização desses torneios é reforçar a cooperação, popularizar e desenvolver o Kurash. Gostaríamos também de que este desporto fosse incluído no programa dos Jogos Europeus e esta é atualmente uma das nossas principais prioridades".

No total, cerca de 60 atletas de 30 países participaram no evento .

Ao longo da competição, travada no tapete conhecido como gilam (o equivalente a um tatami de judo), três atletas destacaram-se: Muhammadkarim Khurramov do Uzbequistão, o Zakro Culum da Sérvia, e Danov Bobon da Macedónia protagonizaram alguns dos golpes que mais aplausos arrancaram ao público parisiense

Khurramov e Culum avançaram para a final e apesar da vantagem de peso do sérvio, Khurramov acabou por triunfar.

No evento feminino, destaque para Jasmin Grabowski. A atleta alemã pareceu imparável durante todo o evento e dominou por completo as rivais polacas e francesas na final a quatro.

Grabowski estreou-se assim na modalide em que garantiu a vitória na sua categoria de peso com um halal final, o equivalente a um ippon no judo, .

Aos vencedores coube um prémio de 5000 euros, 3000 euros para os vice-campeões e 2000 para terceiros lugares.

Quem falhou o pódio também não saiu de mãos abanar. Além da recompensa monetária, os atletas depediram-se da competição certamente mais motivados a lutar pela vitória no próximo evento..

Partilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Kurash: a modernização de uma luta tradicional ancestral