This content is not available in your region

Trégua entre Israel e Jihad Islâmica

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Conflito Israel vs Jihad Islâmica
Conflito Israel vs Jihad Islâmica   -   Direitos de autor  MOHAMMED ABED/AFP

Os militares israelitas atacaram alvos da Jihad Islâmica minutos antes e depois de um cessar-fogo ter entrado em vigor no domingo à noite, em resposta a anteriores disparos de rockets provenientes de Gaza.

Desde então, a trégua parece estar a ser efetiva.

O acordo, com intermediação egípcia, foi bem recebido pelos residentes do campo de refugiados de Jabalia, na Faixa de Gaza.

As tréguas Seguem-se a três dias de violência que matou dezenas de palestinianos e afetou a vida de milhares de israelitas.

"Esperamos que não haja guerras. Somos um povo e temos o direito a viver as nossas vidas em Gaza. Não queremos uma guerra constante ou a cada dois dias. Ainda não recuperámos da guerra anterior," afirmou um refugiado em Jabalia.

Israel não está a tomar nada por garantido e o ministro da Defesa deu instruções às forças de segurança do país para estarem de prontidão para reagir a qualquer violação do cessar-fogo.

Israel e os militantes de Gaza têm-se atacado em numerosas ocasiões, mas o Hamas, no poder na Faixa de Gaza, manteve-se à margem das hostilidades.

Israel diz ter lançado a operação de ataque contra a Jihad islâmica, na sexta-feira, com base em informações dos serviços secretos que indicavam a iminência de ataques contra civis israelitas.