EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Viticultores franceses ansiosos: uvas mais pequenas devido à seca

Rio Reno, Alemanha
Rio Reno, Alemanha Direitos de autor Rolf Vennenbernd/dpa via AP
Direitos de autor Rolf Vennenbernd/dpa via AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A seca na Europa afeta várias atividades económicas.

PUBLICIDADE

O calor atenuou-se nalgumas partes da Europa, mas, a fraca precipitação não é suficiente para alterar as condições de seca que perturbam várias atividades económicas.

Peixes morrem em "proporções históricas"

A Associação Suíça das Pescas afirma que os peixes estão a morrer em "proporções históricas" devido à perturbação dos ecossistema dos rios e receia que mais espécies possam desaparecer para sempre.

Falta de água no Reno impede transporte de mercadorias

Na Alemanha, a seca continua a afetar o Reno. Os baixos níveis de água no segundo maior rio da Europa já perturbam o transporte de mercadorias. Há menos navios no Reno e as embarcações transportam cargas mais leves. O estado dos espaços verdes de Berlim é mais uma ilustração das atuais condições climáticas na Alemanha. Grande parte do país está num estado classificado como "seca extrema" ou "seca excepcional".

Viticultores franceses ansiosos

Em França, os viticultores da região de Bordéus estão ansiosos. Só choveu duas vezes em três meses. As uvas são mais pequenas e menos saborosas.

Os viticultores temem um aumento do teor de álcool dos vinhos.

De acordo com o Observatório Europeu da Seca, 45% do território estava sob alerta de seca, em meados de julho, e quase 15% em alerta vermelho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Comissão Europeia diz que seca é a "pior em 500 anos"

A maça de Alcobaça é a que consome menos água a nível europeu

Madeira certificada, local e sustentável reduz as emissões de CO2