Guterres quer cereais russos nos mercados

António Guterres na Turquia
António Guterres na Turquia Direitos de autor Francisco Seco/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews com EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em Istambul, secretário-geral da ONU alertou para o risco de uma crise alimentar

PUBLICIDADE

O secretário-geral das Nações Unidas chegou a Istambul este sábado para acompanhar as inspeções de um carregamento de cereais ucranianos

Ao todo, 25 navios já partiram de Odessa e de outros portos ucranianos. “Vi em primeira mão o carregamento de uma carga de trigo num navio. Fiquei muito emocionado ao ver o trigo a encher o porão do navio. Foi um carregamento de esperança para muitos em todo o mundo”, declarou António Guterres aos jornalistas

No final de julho, a Rússia e a Ucrânia assinaram acordos separados, mas idênticos,  com a Turquia e com as Nações Unidas para desbloquear a exportação de cereais bloqueados nos portos ucranianos. O acordo permite a segurança de rotas ferroviárias para a Polónia e Roménia, e marítimas, pelo Mar Negro, com destino ao Mediterrâneo.

Também neste sábado, o secretário-geral da ONU defendeu que os produtos agrícolas russos devem chegar "sem entraves" aos mercados."O que vemos aqui em Istambul e Odessa é apenas a parte mais visível da solução. A outra parte deste acordo global é o acesso sem restrições aos mercados mundiais de alimentos e fertilizantes russos, que não estão sujeitos a sanções", disse Guterres.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Exportações de cereais da Ucrânia aceleram com mais 8 cargueiros

Vários feridos na explosão de um armazém de cereais no porto turco de Derince

Dezenas de detidos depois de agricultores franceses bloquearem a circulação nos Campos Elísios