EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

22 mortos em ataque russo no Dia da Independência da Ucrânia

Viaturas e carruagens de comboio destruídas pelo ataque de mísseis russos na estação ucraniana de Chaplyn
Viaturas e carruagens de comboio destruídas pelo ataque de mísseis russos na estação ucraniana de Chaplyn Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Subiu para 22 mortos e dezenas de feridos o balanço das vítimas do ataque com mísseis russos, à estação de Chaplyn, no Dia da Independência da Ucrânia

PUBLICIDADE

Subiu para 22, o número de mortos vítimas do ataque de mísseis russos a uma estação ferroviária na Ucrânia, no dia em que o país celebrava o 31° aniversário da Independência.

Para além dos mortos, há dezenas de pessoas feridas.

Quatro carruagens de comboio foram atingidas na estação de Chaplyn, uma cidade a cerca de 110 km a oeste de Donetsk.

O país receava ataques russos particularmente graves neste Dia da Independência, que também marcou o sexto mês da invasão russa e da guerra.

Nesta data de grande simbolismo, o presidente Zelenskyy deixou a seguinte mensagem aos ucranianos:

"A nossa independência não terminou e nunca terminará. E no 32º teremos o nosso Dia da Independência, e no 33º, e todos os seguintes, enquanto a Terra durar. Ucrânia para sempre. E ela só ficará mais forte a cada dia. E absolutamente todos no mundo compreendem isto, desde o Conselho de Segurança da ONU a todas as capitais, sem exceção".

A guerra não possibilitou grandes comemorações ou reuniões públicas, mas os heróis não foram esquecidos. Vlodymyr Zelenskyy aproveitou a data para homenagear os soldados ucranianos pelo seu serviço à nação.

Algumas medalhas foram atribuídas a título póstumo, e recebidas por membros das famílias de soldados caídos em combate.

Na sua conta Twitter, o presidente da Ucrânia publicou várias mensagens neste dia 24 de agosto, entre as quais esta que lembra e exalta a história do país:

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

G7 vai explorar formas de utilizar os ativos russos congelados para ajudar Kiev

Ataque aéreo a Kharkiv faz pelo menos sete mortos. Zelenskyy condena brutalidade russa

Ataque russo com mísseis faz seis mortos em subúrbio de Kharkiv