ONU acredita que AIEA pode ir em breve à central nuclear de Zaporijia

Instalações da central nuclear ucraniana de Zaporijia, ocupada pelas forças russas
Instalações da central nuclear ucraniana de Zaporijia, ocupada pelas forças russas Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Responsáveis da AIEA e da agência nuclear russa estiveram reunidos. A ONU acredita que a inspeção da central nuclear de Zaporijia pode estar para breve

PUBLICIDADE

A ONU está otimista sobre uma inspeção para breve da Central Nuclear de Zaporijia pelos técnicos da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA).

Os responsáveis da agência das Nações Unidas e da agência estatal russa de energia nuclear, Rosatom, reuniram-se na quarta-feira em Istambul.

O diretor-geral da AIEA, Rafael Grossi, referiu no Twitter "Importantes discussões técnicas" da missão iminente da AIEA.

A Rosatom, por seu turno, escrevia no seu site que os russos prestariam apoio logístico à missão de peritos "assim que a situação militar no local o permitisse".

As forças russas ocupam a central nuclear de Zaporijia, a maior da Europa, desde março, pouco depois do início da invasão da Ucrânia a 24 de fevereiro.

Os ataques na zona da central intensificaram-se nas últimas semanas. Rússia e Ucrânia têm-se acusado mutuamente, fazendo crescer os receios de uma catástrofe nuclear.

Moscovo tem rejeitado os apelos internacionais para criar uma zona desmilitarizada em torno da central e chegou a ameaçar desligar a central.

Kiev acusa a Rússia de "chantagem nuclear" e o presidente Zelenskyy propôs que o controlo da central nuclear de Zaporijia fosse transferido para a agência das Nações Unidas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Energia nuclear "não pode ser usada como arma de guerra", defende Macron

Ataques russos na Ucrânia fazem pelo menos oito mortos

Pentágono promete envio imediato de armas à Ucrânia, se financiamento for aprovado