This content is not available in your region

Ucrânia recupera cidades estratégicas em torno de Kharkiv

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Soldados ucranianos numa estrada de Donetsk
Soldados ucranianos numa estrada de Donetsk   -   Direitos de autor  AP Photo/Leo Correa

Para trás ficam os destroços de equipamento militar russo, à medida que as forças ucranianas recuperam cada vez mais território na região de Kharkiv

Desta feita, Kiev garante que iniciou o avanço sobre a cidade de Kupiansk, estratégica no acesso ao leste do país, depois de ter reerguido a bandeira nacional em Balakliya.

"Fugir é uma boa opção para os soldados russos. Não há, nem haverá, lugar para ocupantes na Ucrânia. Os nossos soldados na frente continuam a movimentar-se em diferentes direções. Desde o início de setembro, as nossas operações já libertaram cerca de 2 mil quilómetros quadrados de território", afirmouVolodymyr Zelenskyy, o presidente ucraniano.

Para além de Kupiansk, o exército ucraniano avança em direção a Izium, onde Moscovo detém uma base militar. São localidades por onde passam as rotas de abastecimento e apoio logístico russo.

Fugir é uma boa opção para os soldados russos.
Volodymyr Zelenskyy
Presidente ucraniano

Por seu lado, as forças russas declaram que a retirada militar em torno de Kharkiv se destina a reforçar os contingentes no leste do país.

Para evitar retaliações irreversíveis, a Ucrânia declara que desligou o sexto e último reator em funcionamento na central nuclear de Zaporíjia.

Mas as bombas russas continuam a cair em Pokrovsk, na região de Donetsk.