Marcha do orgulho do EuroPride vai realizar-se

EuroPride 2022 decorre em Belgrado
EuroPride 2022 decorre em Belgrado Direitos de autor OLIVER BUNIC/AFP or licensors
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governo sérvio volta atrás e permite que marcha do orgulho do EuroPride saia às ruas de Belgrado este sábado

PUBLICIDADE

A marcha do orgulho, o principal evento do EuroPride 2002, vai mesmo realizar-se este sábado em Belgrado, a capital da Sérvia.

De acordo com um comunicado da organização do maior festival LGBTQIA+ da Europa, o Governo confirmou ter autorizado o desfile dias depois da proibição emitida pela polícia da capital.

Entretanto, a organização apresentou uma petição de apoio com cerca de 30.000 assinaturas e propôs uma nova rota para o cortejo.

O coordenador do EuroPride, Goran Miletic, conta: "Tentámos, da nossa parte, fazer algo. Há uma linha vermelha, que é impossível não ter um desfile. Isso é muito importante. Discutimos com as autoridades as várias opções que existem, mas não foi possível chegar a acordo".

"Mais de 29.000 pessoas de 123 países de todo o mundo demonstraram solidariedade para com a comunidade LGBT+ aqui em Belgrado, assinando a petição que acabámos de entregar", conta o diretor executivo do Allout 10, Matthew Beard.

No início deste mês, milhares de pessoas protestaram contra a realização da marcha anual do orgulho na capital sérvia, numa manifestação organizada pela extrema-direita, pelos conservadores e pela Igreja Ortodoxa da Sérvia, bastante influente no país.

As autoridades de Belgrado resolveram, então, cancelar a marcha do orgulho prevista para este sábado, alegando que há riscos de segurança tanto para os participantes como para os outros cidadãos. 

Belgrado foi escolhida em 2019 para acolher o EuroPride 2022, a primeira cidade do sudeste da Europa a acolher o evento.

O festival, com duração de uma semana, começou na segunda-feira e inclui mais de 130 concertos, conferências sobre os Direitos Humanos, exposições e outros eventos relativos à comunidade LGBTQIA+ na capital sérvia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Associação EPOA não está disponível para deslocalizar EuroPride

Sérvia quer cancelar Europride previsto para setembro

Detidos suspeitos de morte de menina de dois anos