Aumenta o número de russos que entram na Geórgia

Fronteira de Larsi entre a Geórgia e a Rússia
Fronteira de Larsi entre a Geórgia e a Rússia Direitos de autor euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Filas de veículos aumentam na fronteira terrestre entre a Geórgia e a Rússia

PUBLICIDADE

Pouco depois do anúncio da mobilização parcial na Rússia começaram a circular vídeos nas redes sociais que mostram filas de veículos nas fronteiras terrestres russas com países limítrofes.

Uma equipa da Euronews Geórgia entrevistou vários cidadãos russos que entraram no país. 

A maioria evitou falar em frente às câmaras. Aqueles que falaram classificam a decisão do presidente russo como uma loucura.

"Hoje falei com um amigo. Ele está em Krasnodar. Ele disse-me que não há homens nas ruas. Disse ainda que é estranho que não haja engarrafamentos de trânsito, nem carros... todos eles desapareceram", afirmou um dos cidadãos russos acabado de entrar na Geórgia e que optou por manter o anonimato. 

Também nos aeroportos se multiplicam os cidadãos russos que procuram sair do país. 

A Geórgia é uma das opções pois em 2012 o país aboliu a necessidade de vistos para os cidadãos russos.

"Vou tentar encontrar emprego na Geórgia. Depois veremos... Irei a qualquer lado, mas não à Rússia. 
Tudo aquilo por que trabalhei tanto em Moscovo durante 30 anos foi-se... foi tudo em vão - a minha educação, o meu trabalho, a minha vida privada. Cheguei a este lugar de mãos a abanar", afirma Alexander, outro cidadão russo acabado de chegar à Geórgia.

O acesso à Geórgia por via aérea não é fácil. 

Desde o conflito em 2008 que a Rússia e a Geórgia cortaram relações diplomáticas. É por isso que não existem voos diretos entre os dois países. 

Os russos estão a entrar a partir de países terceiros onde não são necessários vistos como é o caso da Turquia, Azerbaijão ou a Arménia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mobilização parcial leva muitos russos a fugirem do país

Críticas à Rússia em reunião ministerial do Conselho de Segurança

União Europeia reafirma apoio à independência da Geórgia, 15 anos após invasão da Rússia