This content is not available in your region

Dados pessoais de Marcelo e Costa expostos em ciberataque à TAP

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
António Costa na Assembleia Geral da ONU
António Costa na Assembleia Geral da ONU   -   Direitos de autor  Jason DeCrow/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

António Costa está em Nova Iorque para a Assembleia Geral da ONU, mas, enquanto isso, alguns dos dados pessoais do primeiro-ministro português estão na dark web. Sabe-se agora que também os dados do presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, foram divulgados.

A informação inicial foi avançada pelo jornal Expresso, que revelou, em exclusivo, que uma morada antiga do chefe do Governo e o e-mail de uma colaboradora do seu gabinete estão entre os dados expostos pelos hackers do grupo Ragnar Locker, que atacou os servidores da TAP.

A diretora da Transportadora Aérea Portuguesa, Christine Ourmières-Widener, afirma que o cibertataque "foi difícil" e que a TAP "publicou de forma pública todos os dados que tem conhecimento de terem sido comunicados", que incluem "nomes, moradas, dados de passaportes e e-mails", mas "não há dados de pagamento".

Segundo o Expresso, vários deputados, membros do Governo e altos responsáveis das forças e serviços de segurança estão entre os milhares de clientes que viram pirateados os seus dados. O jornal destaca nomeadamente o diretor do Serviço de Informações de Segurança, Adélio Neiva da Cruz, ou o líder do partido Chega, André Ventura.

Está em curso uma investigação do Ministério Público, da Polícia Judiciária e do Centro Nacional de Cibersegurança.

Outras fontes • Expresso