This content is not available in your region

Guerra destrói metade das colmeias na Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  euronews
O mel é considerado uma das ruiquezas da Ucrânia
O mel é considerado uma das ruiquezas da Ucrânia   -   Direitos de autor  Ken Blevins/AP   -  

A Ucrânia era um dos maiores produtores de mel do mundo, mas este ano, segundo especialistas, a produção deve baixar 40%. O que diferencia o mel ucraniano é a variedade de flores no país, desde os campos, no leste da Ucrânia até às terras altas dos Cárpatos. As colmeias do leste ficaram à mercê dos bombardeamentos desde fevereiro.

"O nosso apiário situa-se a 15 quilómetros da fronteira russa, fora de Kharkiv, em direcção à fronteira russa. Saí de lá em Fevereiro. As abelhas estavam a entrar em hibernação, mas eu deixei-lhes comida. Nessa altura, compreendi que era necessário salvar a minha família. Alguma coisa tinha de ser sacrificado, como se costuma dizer. Partimos sem as abelhas," diz Oleksandr Paryka.

Este apicultor não é caso único e enquanto os pequenos apiários estão concentrados principalmente no oeste, os grandes - por vezes com mais de mil colmeias - são comuns nas regiões central e meridional.

De acordo com informação recolhida no terreno, apenas metade das colmeias sobreviveram aos ataques russos. Motivo para os apicultores estarem pessimistas

Denys Soldatov, vice-presidente do Sindicato dos Apicultores da Ucrânia, explica que no chamado "cinturão de mel", a faixa que se estende do sul ao leste da Ucrânia - "as regiões mais produtivas em mel comercial" - "não é possível manter a maioria destes apiários comerciais ou foram danificados".

Orepresentante dos apicultores conclui que "a Ucrânia terá 30% ou 40%, menos mel comercial" num balanço de "perdas muito grandes".

A destruição da guerra arrasou campos agrícolas e neles milhares de colmeias. O país estava no top 5 dos maiores exportadores de mel. Produziu mais de 65 mil toneladas no ano passado - mais de 90 por cento destinadas à exportação.