This content is not available in your region

Zelenskyy felicita avanço de tropas em Lyman

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Soldados ucranianos disparam morteiro na recentemente libertada cidade de Kupiansk (imagem de 23 de setembro)
Soldados ucranianos disparam morteiro na recentemente libertada cidade de Kupiansk (imagem de 23 de setembro)   -   Direitos de autor  Kostiantyn Liberov/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.   -  

O Exército ucraniano continua a avançar no norte do país, à medida que cidades libertadas, como Kupiansk, tentam emergir da destruição.

Os combates mais intensos têm lugar mais a sul, na cidade de Lyman, onde segundo relatos distintos Kiev já terá retomado o controlo ou, pelo menos, está em posição para cercar a localidade.

O presidente ucraniano felicita o avanço das tropas.

Volodymyr Zelenskyy, presidente da Ucrânia:"Temos resultados significativos no leste do país. Já há informações públicas suficientes acerca disso. Todos ouviram o que está a acontecer em Lyman, na região de Donetsk. São passos muito importantes para nós."

O governo de Kiev afirmou que o ataque desta sexta-feira contra uma coluna civil em Zaporíjia, que atribui à Rússia, foi "intencional".

Denys Monastyrskiy, ministro do Interior da Ucrânia:"Estes ataques são deliberados. Podem ver que não há na área instalações militares, nem equipamento. Há sempre, todos os dias e unicamente, civis que se estão a mover nos territórios temporariamente ocupados. São idosos, mulheres, crianças e famílias."

Segundo fontes da polícia ucraniana, o balanço do ataque em Zaporíjia subiu para três dezenas de mortos e 88 feridos. As autoridades decretaram para este sábado uma jornada de luto em homenagem às vítimas.