Eduardo Cabrita é candidato a diretor da Frontex

Eduardo Cabrita
Eduardo Cabrita Direitos de autor LUSA
De  Euronews com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Decisão da Comissão Europeia vai ser conhecida até ao final do ano

PUBLICIDADE

Eduardo Cabrita é candidato a diretor da Frontex, a agência que controla as fronteiras da União europeia.

A informação foi confirmada esta sexta-feira pelo antigo ministro da Administração Interna à agência Lusa. O concurso ainda está a decorrer, há 78 candidatos e a Comissão Europeia vai tomar uma decisão até ao final do ano.

A Frontex está desde abril sem diretor, altura em que o francês Fabrice Leggeri se demitiu do cargo após a conclusão de um inquérito do gabinete OLAF (que investiga faltas graves nas instituições europeias) sobre alegações de assédio, conduta imprópria e afastamento ilegal de migrantes.

Eduardo Cabrita demitiu-se em dezembro do ano passado, seis meses depois do acidente mortal provocado pelo carro em que seguia, numa zona de obras na A6, na zona de Évora. Foi acusado de homicídio por negligência, mas em maio, o Ministério Público arquivou o processo contra o antigo ministro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Demite-se diretor da agência europeia de fronteiras

Eduardo Cabrita demite-se após acusação contra motorista

Eduardo Cabrita substitui ministra da Administração Interna após nova tragédia em Portugal