"Sabotagem" faz parar comboios na Alemanha

Access to the comments Comentários
De  euronews  com AFP
A circulação de comboios esteve suspensa este sábado de manhã por falta de comunicações
A circulação de comboios esteve suspensa este sábado de manhã por falta de comunicações   -   Direitos de autor  AP Photo/ Bodo Marks

O corte de ligações no sistema de comunicações ferroviárias na Alemanha está a ser investigado. No noroeste do país, a circulação de comboios esteve completamente parada durante três horas este sábado de manhã.A Polícia Federal já declarou o caso como "sabotagem deliberada".

Os cabos da rede de transmissões "foram cortados" em dois lugares distintos: nos arredores de Berlim e em Herne, na Renânia do Norte-Vestefália.

O ministro alemão dos transportes, Volker Wissing, já veio explicar que se tratavam de cabo "essenciais" para a segurança do tráfego ferroviário. Trata-se mais precisamente a rede de rádio GSM-R dos comboios utilizada para comunicar com os maquinistas e que representa a "ligação entre os comboios e a infra-estrutura central" de controlo.

Em declarações à comunicação social, Wissing revelou que as ligações não podem ter sido cortadas por acidente. "Sabemos agora que os cabos foram cortados intencionalmente em dois lugares", disse, referindo-se a um "ato claramente premeditado". 

Desconhecem-se para já as motivações e os autores deste ataque.

Passageiros bloqueados

Milhares de viajantes ficaram retidos nas estações no sábado de manhã. O incidente levou à interrupção das ligações entre Berlim e várias regiões do oeste e norte do país, tais como Schleswig-Holstein, as cidades de Hamburgo e Bremen, bem como a Baixa Saxónia e parte da Renânia do Norte-Vestefália.

A ligação Berlim-Amesterdão também foi suspensa. 

Governo alemão reforça vigilância

Este "ato de sabotagem" surge pouco mais de duas semanas após a deteção de fugas nos gasodutos Nord Stream 1 e 2 que ligam a Rússia à Alemanha.

Desde então, o governo alemão tem reforçado a protecção das infra-estruturas críticas no país.

A Deutsche Bahn, empresa pública de transportes ferroviários, é regularmente criticada pelos numerosos atrasos na circulação. No início de setembro, anunciou que iria de realizar trabalhos de reabilitação profunda na rede, incluindo a substituição de 137.000 travessas de betão, para normalizar as suas vias.