ONU tem de ser "firme e decisiva" com Coreia do Norte, diz Ban Ki Moon

Kim Jong Un acompanha teste a míssil num local não revelado na Coreia do Norte
Kim Jong Un acompanha teste a míssil num local não revelado na Coreia do Norte Direitos de autor KCNA via KNS/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ex-secretário-geral das Nações Unidas apela a ação contra ameaças nucleares do país asiático.

PUBLICIDADE

O ex-secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki Moon, está a apelar a uma "ação firme e decisiva" por parte da ONU contra o aumento das provocações nucleares da Coreia do Norte, sentido sobretudo na última semana.

Numa resposta aos exercícios militares conjuntos entre os Estados Unidos da América e a Coreia do Sul, a Coreia do Norte disparou cerca de 30 mísseis balísticos em dois dias. Um dos lançamentos intercontinentais levou o Japão a emitir, esta quinta-feira, alertas de evacuação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA: Mísseis lançados por Pyongyang ameaçam estabilidade na região

Coreia do Norte dispara míssil na direção da Coreia do Sul e até o Kremlin reagiu

Japão acusa Pyongyang do lançamento de mais dois mísseis balísticos