EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Crimeia na mira da Ucrânia

Kherson
Kherson Direitos de autor Bernat Armangue/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Bernat Armangue/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Rússia fortifica posições no território que anexou em 2014

PUBLICIDADE

A neve chegou à Ucrânia no meio de bombardeamentos e de cortes de energia. A guerra destrui quase metade da infraestrutura energética do país. Kiev pede à Europa apoio adicional para lidar com a situação.

Mais de dez milhões de ucranianos ficaram sem eletricidade, incluindo os residentes de Kherson, recentemente libertada. Na cidade também não há água corrente. Os residentes esperam em filas para receber a ajuda do governo

O exército ucraniano mostra força e determinação. Depois da libertação de Kherson, a próxima meta pode ser  península da Crimeia. A artilharia ucraniana dispara diariamente na margem esquerda do rio Dnipro, para onde o exército russo recuou depois de perder todo o território na margem direita.

A possibilidade da Ucrânia recuperar toda a região de Kherson preocupa o comando militar russo, porque isso significaria um caminho livre para tentar invadir a Crimeia.

As autoridades locais confirmaram que Moscovo está a fortificar posições neste território que anexou em 2014.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nova vaga de ataques aéreos russos na Ucrânia

Ucrânia denuncia novo ataque russo contra infraestruturas energéticas

Familiares de soldados ucranianos em cativeiro protestam em Kiev