Erro humano na origem do incêndio que matou 38 pessoas na China

Incêndio na fábrica Kaixinda, na cidade de Anyang, na províncida de Henan, na China
Incêndio na fábrica Kaixinda, na cidade de Anyang, na províncida de Henan, na China Direitos de autor CCTV via AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Segundo as primeiras investigações, o incêndio que matou 38 pessoas numa fábrica, na China, foi causado durante um processo de soldadura "não conforme"

PUBLICIDADE

O incêndio que matou 38 pessoas numa unidade tecnológica do centro da China terá sido causado por uma manipulação não conforme às regras, durante um processo de soldadura elétrica, segundo as primeiras investigações.

O incêndio deflagrou às 16 horas e 22 minutos, de segunda-feira, nas instalações comerciais da Kaixinda na "Zona High-Tech" da cidade de Anyang, na província de Henan.

Dois dos feridos levados para o hospital ficaram imediatamente sob custódia policial.

Os vídeos do fogo que circularam nas redes sociais alcançaram mais de 5 milhões visualizações nas primeiras horas, com comentários de condolências às famílias e lembretes de regras básicas de segurança contra incêndios.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Aberta investigação para apurar causas do incêndio mortal em França

China acaba com conferência de imprensa anual do primeiro-ministro

Pelo menos 44 mortos e 22 feridos em incêndio no Bangladesh