EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Aberta investigação para apurar causas do incêndio mortal em França

Incêndio em Vaulx-en-Velin, arredores da cidade francesa de Lyon
Incêndio em Vaulx-en-Velin, arredores da cidade francesa de Lyon Direitos de autor Laurent Cipriani/Copyright 2022 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Laurent Cipriani/Copyright 2022 The AP. All rights reserved
De  Nara Madeira com AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Autoridades investigam causas do incêndio que matou 10 pessoas em Vaulx-en-Velin, comuna francesa, entre elas cinco crianças.

PUBLICIDADE

O dramático incêndio que matou dez pessoas, cinco delas crianças, na comuna de Vaulx-en-Velin, nos arredores da cidade francesa de Lyon, suscita preocupações enquanto se colocam questões.

A tragédia ocorreu na noite de quinta-feira. Há 24 feridos, quatro deles estavam em estado grave. Trinta e oito famílias, ou seja, uma centena de pessoas ficaram sem teto. 

O ministro do Interior gaulês deslocou-se ao local onde tudo aconteceu. Gerald Darmanin agradecia aos bombeiros que chegaram 12 minutos depois do início do fogo, "às três da manhã e conseguiram salvar 15 pessoas", subindo pelo exterior porque não era "possível entrar". Agradecia-lhes por terem salvado "crianças e bebés", até ao 7º andar, _"_correndo riscos consideráveis para as suas vidas". O responsável governamental frisava que sem a "rapidez dos bombeiros e o seu heroísmo, teria havido um resultado ainda mais dramático".

As chamas deflagraram no rés-do-chão de um prédio que está em estado de degradação. As obras, para a sua reabilitação tinham sido aprovadas em janeiro mas ainda não tinham arrancado.

O Ministério Público, em Lyon, abriu uma investigação para determinar as causas do incêndio. Nenhuma hipótese, nem a possibilidade de origem criminosa, está descartada.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Incêndio em prédio de habitação em França faz pelo menos 10 mortos

Incêndio em centro comercial em Moscovo

Erro humano na origem do incêndio que matou 38 pessoas na China