Acordo para cessar hostilidades no leste da RDC

Presidente angolano com homólogo da RDC e chefe da diplomacia ruandês
Presidente angolano com homólogo da RDC e chefe da diplomacia ruandês Direitos de autor LUSA
De  Rodrigo Barbosa com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Compromisso foi obtido em mini cimeira sobre segurança em Luanda

PUBLICIDADE

Numa mini cimeira em Luanda, a República Democrática do Congo e o Ruanda chegaram a um acordo para uma cessação das hostilidades já a partir das 18 horas desta sexta-feira.

O leste da RDC tem sido palco de uma tensão crescente entre Kinshasa, que acusa o Ruanda de apoiar o movimento rebelde M23, e Kigali, que rejeita as acusações e denuncia um discurso de ódio "anti-ruandês".

Na capacidade de mediador da União Africana, o presidente João Lourenço, reuniu na capital angolana o homólogo da RDC, Félix Tshisekedi e o ministro dos Negócios Estrangeiros do Ruanda, Vincent Biruta.

Na cimeira, marcaram também presença o presidente do Burundi, Évariste Ndayishimiye e o ex-chefe de Estado do Quénia, Uruhu Kenyatta.

No encontro ficou também decidida a "continuação do pleno desdobramento da força regional" mobilizada pelos dirigentes da África de Leste em junho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden anuncia investimentos em África

Protestos na República Democrática do Congo

Genocídio no Ruanda foi há 30 anos