Acordo para cessar hostilidades no leste da RDC

Access to the comments Comentários
De  Rodrigo Barbosa  com Lusa
Presidente angolano com homólogo da RDC e chefe da diplomacia ruandês
Presidente angolano com homólogo da RDC e chefe da diplomacia ruandês   -   Direitos de autor  LUSA

Numa mini cimeira em Luanda, a República Democrática do Congo e o Ruanda chegaram a um acordo para uma cessação das hostilidades já a partir das 18 horas desta sexta-feira.

O leste da RDC tem sido palco de uma tensão crescente entre Kinshasa, que acusa o Ruanda de apoiar o movimento rebelde M23, e Kigali, que rejeita as acusações e denuncia um discurso de ódio "anti-ruandês".

Na capacidade de mediador da União Africana, o presidente João Lourenço, reuniu na capital angolana o homólogo da RDC, Félix Tshisekedi e o ministro dos Negócios Estrangeiros do Ruanda, Vincent Biruta.

Na cimeira, marcaram também presença o presidente do Burundi, Évariste Ndayishimiye e o ex-chefe de Estado do Quénia, Uruhu Kenyatta.

No encontro ficou também decidida a "continuação do pleno desdobramento da força regional" mobilizada pelos dirigentes da África de Leste em junho.