Suíça congelou 7,5 mil milhões de francos suíços de fundos russos

Access to the comments Comentários
De  euronews
Fundos e ativos russos têm sido congelados em inúmeros países
Fundos e ativos russos têm sido congelados em inúmeros países   -   Direitos de autor  FOCKE STRANGMANN/AFP or licensors

A Suíça já congelou cerca de 7,5 mil milhões de francos suíços de fundos russos, o equivalente a 7,6 mil milhões de euros, desde a invasão da Ucrânia, em fevereiro, e o início das sanções ocidentais. Haverá mais de 46 mil milhões de francos suíços pertencentes a russos nos bancos helvéticos.

Erwin Bollinger, alto funcionário da Secretaria de Estado da Economia suíça, diz que é preciso "distinguir entre os 7,5 mil milhões de francos congelados, que são fundos e ativos de pessoas que foram sancionadas, que foram colocadas em listas de sanções pela União Europeia e que foram assumidas pela Suíça". Já os 46,9 mil milhões, realça, "são ativos de pessoas que não foram sancionadas. São russos que têm os seus capitais na Suíça e também se veria essa diferença na União Europeia se os números publicados pela União Europeia estivessem corretos."

Mas as estimativas da Associação Suíça de Banqueiros são mais altas do que os números revelados pelas autoridades. Apontam para a existência de 150 a 200 mil milhões de francos suíços em fundos russos na Suíça.

ONGs e críticos internacionais continuam a acusar as autoridades suíças de não fazerem tudo ao seu alcance para congelarem os grandes volumes de dinheiro russo existentes no país.