EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Rússia liberta basquetebolista norte-americana Brittney Griner

Rússia
Rússia Direitos de autor Alexander Zemlianichenko/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Alexander Zemlianichenko/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Troca de prisioneiros entre Rússia e EUA. Moscovo liberta a basquetebolista Brittnery Griner em troca pelo traficante de armas Viktor Bout

PUBLICIDADE

A jogadora de basquetebol norte-americana Brittney Griner foi libertada da prisão na Rússia. A libertação de Griner fez parte der um acordo entre Washington e Moscovo que envolveu também a libertação do traficante de armas Viktor Bout, preso nos EUA.

Brittney Griner estava presa na Rússia desde Fevereiro devido a um alegado delito de droga.

Nos bastidores, as negociações para a libertação da atleta estavam em curso há meses.

"Ela está a salvo, está num avião, está a caminho de casa após meses de detenção injusta na Rússia, detida em circunstâncias intoleráveis. Em breve, Brittney estará de volta aos braços dos seus entes queridos... e deveria ter estado sempre lá," afirmou o Presidente dos EUA, Joe BIden, no momento em que anunciou a libertação de Grinner.

Viktor Bout, um ex-coronel do exército russo, estava a cumprir uma pena de 25 anos por conspirar para vender milhões de dólares em armas que, segundo as autoridades americanas, iam ser utilizadas contra os americanos.

Biden acrescentou que a sua administração prosseguiria os esforços para assegurar a libertação de Paul Whelan, um homem de negócios norte-americano preso na Rússia sob acusação de espionagem.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Regresso a casa após a prisão: Rússia e EUA trocam traficante de armas por basquetebolista

Brittney Griner recorre de sentença na Rússia

Rússia está pronta para discutir troca de prisioneiros