Sérvios celebram fim de ano em grande mesmo em tempo de crise

Iluminações de Natal em Belgrado, Sérvia
Iluminações de Natal em Belgrado, Sérvia Direitos de autor Euronews Serbia
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Muitos sérvios festejam fim de ano, sem olhar a gastos, mesmo em tempo de crise.

PUBLICIDADE

As iluminações de Natal costumavam acender-se em outubro, este ano Belgrado fê-lo apenas duas semanas antes do fim de 2022 e ficarão acesas durante um mês, apenas no centro da cidade.

A rua principal está carregada da atmosfera festiva que acompanhou as compras de Natal feitas a pensar nos tempos difíceis que se vivem. Uma senhora, entrevistada pela Euronews Sérvia, dizia que compra porque tem de comprar _"_mas de acordo com as possibilidades"; um senhor explicava que primeiro é preciso pôr de lado o necessário _"_para as compras do mês" e só depois se pensa nos presentes para para toda a gente. Uma estudante dizia que preciso de poupar dinheiro, apenas. Um outro homem referia que tenta poupar mas que não acredita que se avizinhem "dias difíceis".

Mas, no país, ospreços têm subido mais do que nunca, nos últimos meses. O poder de compra não é grande, e os economistas lançam avisos.

"Por várias razões devemos reduzir e tomar atenção ao que vamos comprar. Primeiro, estamos gordos, em geral, e não nos faria mal comer menos. Segundo, este não é o tempo para gastar, é o tempo de poupar. Um homem inteligente, como se costuma dizer, poupa dinheiro quando o tem, mas não é o caso dos sérvios".
Ljubodrag Savić
Professor de Economia

Independentemente de quanto dinheiro tenham, os sérvios festejam, fora de casa, a véspera de Ano Novo e estão dispostos a gastar entre 30 a 400 euros. A música ao vivo é obrigatória em todos os restaurantes. Uma funcionária de um deles dizia que têm a sala quase cheia, têm reservas de "pessoas de todo o mundo", acrescentava que isso é uma prova de que "nem todos temos de falar muitas línguas, aqui todos se dão bem com a nossa música, bom serviço e, claro, boa comida", concluía Milica Petković.

Para aqueles que não têm dinheiro para um réveillon em restaurantes, a cidade de Belgrado oferece uma festa ao ar livre em dois palcos onde nove cantores e DJs irão atuar.

Uma correspondente da Euronews Sérvia, Natasha Jovanovic, explicava que não é _"_inabitual os sérvios celebrarem, mesmo em períodos difíceis, nas ruas" com música. As celebrações fizeram-se "mesmo durante as maiores crises", as sanções dos anos 90, mas também "quando as bombas caíram".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Coreia do Sul dispara tiros de aviso após deteção de drones norte-coreanos

Belgrado foi palco de novos protestos contra o presidente

Sérvia acolhe milhares que fugiram da guerra