Atenuar a tensão entre Sérvia e Kosovo

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com EFE
UE tenta desanuviar tensão entre kosovo e Sérvia
UE tenta desanuviar tensão entre kosovo e Sérvia   -   Direitos de autor  AP/AP

A União Europeia e os Estados Unidos continuam empenhados em desanuviar a crise entre a Sérvia e o Kosovo.

Enviados do bloco dos 27 e do governo norte-americano reuniram-se esta sexta-feira, em Pristina, com o chefe do governo kosovar para discutir a proposta de normalização das relações entre os dois países que apresentaram nos últimos meses.

O mediador da União Europeia (UE) para o diálogo Kosovo-Sérvia, Miroslav Lajcak, chegou à capital kosovar acompanhado pelo diplomata americano Gabriel Escobar e enviados de França, Alemanha e Itália. O grupo encontrou-se com o primeiro-ministro Albin Kurti."Esperávamos uma melhor compreensão das possibilidades oferecidas pela proposta", disse Lajcak, segundo a Radio Free Europe, após a reunião, embora tenha acrescentado que era prematuro dar conclusões no meio da missão e que "o trabalho continua". Salientou que a visita conjunta de cinco diplomatas ocidentais mostra a grande importância do processo de normalização das relações entre a Sérvia e o Kosovo, que em 2008 proclamou a independência mas que Belgrado não reconhece. 

Depois da reunião no Kosovo, os representantes dirigiram-se a Belgrado para fazer avanços na reconciliação da Sérvia com a antiga província. O objetivo das visitas é preparar um novo encontro entre o primeiro-ministro kosovar e o presidente sérvio, em Bruxelas, após meses de tensões.

No norte do Kosovo vive uma grande comunidade sérvia, e o mau estar com Pristina tem sido constante desde que o território proclamou a independência de uma forma unilateral em 2008. A tensão aumentou no final do ano passado, quando os sérvios do Kosovo levantaram barreiras nas estradas para protestar contra a detenção de um antigo polícia sérvio.