EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Rússia e Estónia em crise diplomática decidem expulsar embaixadores

Rússia e Estónia decidem expulsar embaixadores do seu território.
Rússia e Estónia decidem expulsar embaixadores do seu território. Direitos de autor Russian Foreign Ministry Press Service via AP
Direitos de autor Russian Foreign Ministry Press Service via AP
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Representantes diplomáticos devem sair das embaixadas até 7 de fevereiro.

PUBLICIDADE

Rússia e Estónia estão em crise diplomática. Os dois países decidiram expulsar os embaixadores um do outro nesta segunda-feira.

Moscovo deu um prazo a Margus Laidre - que tem até 7 de fevereiro para deixar o território russo. Na sequência do anúncio de Moscovo, a Estónia seguiu o exemplo, fixando a mesma data - de 7 de fevereiro - para a partida do embaixador russo.

Trata-se de uma medida de retaliação, segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, pela decisão da Estónia de obrigar o país a reduzir a sua representação na embaixada em Tallinn a apenas oito diplomatas e quinze funcionários, a partir de 1 de fevereiro.

O argumento do país báltico foi que este número corresponde ao número de funcionários na sua embaixada em Moscovo. Tallinn tem vindo a limitar as relações bilaterais com o governo de Vladimir Putin, desde a invasão da Ucrânia. E Moscovo culpa a Estónia pela situação, acusando-a de ter aberto as hostilidades.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Guerra na Ucrânia pode decidir eleições na Estónia

Tribunal russo condena soldado americano a quase quatro anos de prisão por roubo

Kim e Putin encontram-se em Pyongyang para expandir a cooperação económica e militar