EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Bandos semeiam violência e caos no Haiti

Polícia e cívis em manifestações no Haiti
Polícia e cívis em manifestações no Haiti Direitos de autor AP Video
Direitos de autor AP Video
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Haiti está mergulhado numa onda de violência e caos. A ONU estima que 60% de Port-au-Prince está nas mãos de bandos que semeiam o terror nas ruas

PUBLICIDADE

O Haiti está mergulhado numa onda de violência e caos. Oficiais da polícia rebeldes  paralisaram a capital, Port-au-Prince, esta quinta-feira, com bloqueios de estradas, tiros para o ar e o assalto ao aeroporto e casa do primeiro-ministro.

É a resposta às mortes de agentes que se tornaram uma constante. No último mês já foram mortos 20 polícias. 

Só na quarta-feira foram mortos seis, durante um ataque a uma esquadra da polícia por membros de gangues.

Dos seis polícias mortos, quatro, que foram feridos no início do dia, foram "levados" por membros de gangues da clínica onde estavam a ser tratados "a fim de os executar", disse um funcionário da polícia.

As Nações Unidas estimam que 60% de Port-au-Prince é controlada pelos gangues.

Nas ruas da capital, os haitianos dizem que é a totalidade da cidade. 

A violência dos bandos e a emergência humanitária atingiram níveis "não vistos em décadas" no Haiti, disse a ONU na terça-feira, insistindo na necessidade de enviar uma força internacional, um pedido que está sobre a mesa do Conselho de Segurança há três meses.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

ONU: Haiti faz pedido desesperado de envio de força internacional

Conflitos entre gangues no Haiti estão a ganhar intensidade

Presidente da Geórgia garante em entrevista à Euronews que vai vetar lei dos "agentes estrangeiros"