EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Da NATO à presidência da Chéquia: Eleição de Petr Pavel vista como boa notícia

O Prsidente eleito da Chéquia, Petr Pavel, com a mulher Eva, na celebração do triunfo
O Prsidente eleito da Chéquia, Petr Pavel, com a mulher Eva, na celebração do triunfo Direitos de autor AP Photo/Petr David Josek
Direitos de autor AP Photo/Petr David Josek
De  Francisco Marques
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O antigo general conseguiu mais de 58% dos votos contra os quase 42% do antigo primeiro-ministro e multimilionário Andrej Babiš. Relação com Ucrânia pode mudar

PUBLICIDADE

A vitória de Petr Pavel nas presidenciais da Chéquia está a ser vista no país como uma boa notícia para o governo nacional e pode ter também ecos positivos junto de investidores estrangeiros, preveem alguns analistas.

O impacto na economia também deverá ser mínimo apesar da escassa influência do chefe de Estado na Chéquia, um pouco à imagem do que sucede em Portugal.

A experiência de Pavel na NATO também pode ajudar a Chéquia na diplomacia internacional, sobretudo num momento em que a União Europeia e a própria aliança atlântica se debatem com a invasão russa da Ucrânia.

O jornal francês Le Monde destaca também o facto de Petr Pavel ser um moderado pró-europeu, por oposição ao antecessor, Miloš Zeman, descrito pelo periódico como eurocético e pró-Kremlin.

Na hora da celebração, o antigo general sublinhou os valores que garante ter sentido ao longo deste sufrágio.

A verdade, a dignidade, o respeito e a humildade prevaleceram nesta eleição.
Petr Pavel
Presidente eleito da Chéquia

A escolha de um novo chefe de Estado, à custa da derrota do antigo primeiro-ministro Andrej Babiš, numa votação de 58,3% contra 41,67%, a favor de Pavel, foi também muito celebrada nas ruas e nos bares da capital checa.

Um homem, por exemplo, mostrava-se “entusiasmado” porque "20 anos depois" voltou "a ter um presidente que não envergonha". "Isto não foi manipulado e a verdade prevaleceu, finalmente", acrescentava este checo satisfeito com o resultado do escrutínio presidencial.

Militar já reformado, Petr Pavel foi presidente do comité militar da NATO entre 2015 e 2018 e, agora, aos 61 anos, foi eleito presidente da Chéquia. A tomada de posse deve acontecer em Praga, a 9 de março, um dia após o fim do mandato de Miloš Zeman, o presidente cessante, que ocupava a cadeira desde 2013.

Outras fontes • iDNES, Blesk, Le Monde

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Protesto contra o governo checo em Praga

Petr Pavel toma posse como Presidente de República Checa

Polónia e Lituânia apelam ao apoio da UE e da NATO para defender as suas fronteiras