Israelitas voltam à rua contra reforma do sistema judicial de Netanyahu

Manifestantes israelitas protestam contra a reforma do sistema judicial em Telavive, Israel
Manifestantes israelitas protestam contra a reforma do sistema judicial em Telavive, Israel Direitos de autor Tsafrir Abayov/Copyright 2023 The AP All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Dezenas de milhares de pessoas manifestaram-se contra os planos do novo governo do primeiro-ministro de Israel.

PUBLICIDADE

Dezenas de milhares de israelitas reuniram-se este sábado, pela quarta semana consecutiva, em Telavive, num protesto contra o governo de Benjamim Netanyahu, onde de bandeiras nacionais ao alto, os manifestantes exigiram "democracia". 

O executivo de Netanyahu tem estado sob fogo por querer alterar o sistema judicial, retirando poder aos tribunais e interferindo diretamente na seleção de juízes, quando o próprio primeiro-ministro enfrenta um julgamento por corrupção. 

A ação de protesto incluiu ainda um minuto de silêncio pelas vítimas dos ataques em Jerusalém, entre sexta-feira e sábado, tendo o primeiro resultado na morte de sete pessoas e deixado outras 10 feridas, e o segundo, realizado por um adolescente de 13 anos, acabado com dois feridos, além do atacante. 

No entanto, era possível ainda ver nas ruas manifestantes contra a ocupação do território palestiniano apoiada pelo governo ultra-nacionalista e ultra-ortodoxo de Israel.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Benjamin Netanyahu assume poder em Israel pela 6ª vez

Manifestações em Israel exigem eleições antecipadas e libertação dos reféns

Refugiados israelitas: "Tenho pesadelos com terroristas, que entram aqui, que me dão um tiro"