EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Putin anuncia entrada em serviço de novo míssil intercontinental

Putin durante cerimónia do Dia do Defensor da Pátria
Putin durante cerimónia do Dia do Defensor da Pátria Direitos de autor Pavel Bednyakov/Copyright 2023 Sputnik
Direitos de autor Pavel Bednyakov/Copyright 2023 Sputnik
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente russo aproveita comemoração de Dia do Defensor da Pátria para prometer "maior atenção" a reforço do armamento nuclear

PUBLICIDADE

Uma Rússia com mais e melhores armas: esta foi a promessa feita por Vladimir Putin, por ocasião das comemorações do Dia do Defensor da Pátria.

O presidente russo afirmou que será dada uma "maior atenção" ao reforço do armamento nuclear do país e anunciou, para breve, a entrada em serviço de novos mísseis intercontinentais

Este ano, os primeiros lançadores do sistema de mísseis Sarmat, com um novo míssil pesado, assumirão funções de combate.

Continuaremos a produzir sistemas hipersónicos de lançamento aéreo Kinzhal e iniciaremos as entregas em massa de mísseis hipersónicos de lançamento marítimo Tsirkon.
Vladimir Putin
presidente da Rússia

Espanha confirma envio de tanques para a Ucrânia

Em Kiev, o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy recebia entretanto o primeiro-ministro espanhol. Pedro Sánchez aproveitou a visita surpresa para confirmar o envio de tanques para a Ucrânia.

Vamos enviar seis tanques Leopard 2A4. A nossa intenção é nas próximas semanas e meses ver se podemos aumentar para um total de dez. Passar de seis a dez.

E evidentemente ajudar também os soldados ucranianos a formarem-se na utilização desses tanques Leopard.
Pedro Sánchez
primeiro-ministro espanhol

G7 aprova nova ajuda financeira para Kiev

Reunidos em Bangalore, na Índia, os ministros da Economia e das Finanças do G7 aprovaram um novo pacote de assistência financeira à Ucrânia de 36.850 milhões de euros. 

Uma ajuda destinada a permitir a Kiev "salvaguardar o funcionamento do governo, manter a prestação de serviços básicos e reparar infraestruturas críticas".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Coreia do Sul quer que Rússia cesse de imediato acordo com Coreia do Norte

Putin pode mudar a doutrina de armas nucleares da Rússia

Putin no Vietname para reforçar os laços com o Sudeste Asiático perante isolamento russo