EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Facebook acusado de promover instabilidade na Moldávia

Protestos antigoverno moldavo
Protestos antigoverno moldavo Direitos de autor Aurel Obreja/AP
Direitos de autor Aurel Obreja/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Plataforma acusada de publicar anúncios de oligarca alvo de sanções dos EUA, destinados a desestabilizar a Moldávia

PUBLICIDADE

O Facebook está novamente debaixo de fogo, desta vez na Moldávia, por permitir que um oligarca alvo de sanções internacionais publique anúncios pagos na sua plataforma, com o objetivo de desestabilizar o atual governo moldavo.

Começamos com o exemplo de um anúncio publicado a 28 de outubro de 2022 por Ilan Shor, político da oposição, que foi colocado na lista de sanções do governo dos EUA por tentar boicotar a Moldávia a favor da Rússia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Blinken reafirma apoio dos EUA à Moldova face à crescente ameaça russa

Governo moldavo chama embaixador russo por causa de urnas na Transnístria

Separatistas da Transnístria pedem a Moscovo "proteção" contra a pressão da Moldova