Esquiar na Ucrânia: A pausa inesperada da guerra

Bukovel fica a 640 quilómetros de Kiev
Bukovel fica a 640 quilómetros de Kiev Direitos de autor ATTILA KISBENEDEK/AFP or licensors
Direitos de autor ATTILA KISBENEDEK/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Quando a guerra eclodiu, alguns hotéis abriram portas para acolher refugiados

PUBLICIDADE

Bukovel - é o nome de uma das maiores estâncias de esqui na Ucrânia, a maior ainda em funcionamento. Estende-se por 75 quilómetros de pistas nas montanhas dos Cárpatos, não muito longe da Roménia. E é um cenário que permite uma pausa inesperada num país em guerra.

"Não quero estar sempre preocupada com o meu filho. Gostava que todos pudessem fazer o mesmo", diz uma esquiadora.

Quando a guerra eclodiu, alguns hotéis abriram portas para acolher refugiados e soldados feridos em convalescença.

"Na altura, vários hotéis tiveram de encerrar. Nós quisemos dar uma ajuda ao país e decidimos receber refugiados das zonas de guerra", explica Natalia Havrylenko, gerente do Baza Smart Hotel.

Não há clientes estrangeiros, e são sobretudo mulheres e crianças que vêm esquiar a Bukovel, para tentar criar um parênteses no que está a acontecer.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

A amarga espera pelos familiares que combatem os invasores russos no leste da Ucrânia

Um morto e doze feridos em ataque russo a Poltava na Ucrânia

Kremlin diz que ataque à central nuclear de Zaporíjia é "provocação perigosa" da Ucrânia