Netanyahu condena "ataque terroriosta"

Tiroteio em Tel Aviv
Tiroteio em Tel Aviv Direitos de autor AP Photo/Oded Balilty
Direitos de autor AP Photo/Oded Balilty
De  Euronews com agências
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Homem disparou numa rua movimentada de Tel Aviv. Três pessoas ficaram feridas, duas estão no hospital em estado grave

PUBLICIDADE

O primeiro-ministro israelita descreveu o tiroteio da noite desta quinta-feira feira em Tel Aviv como um "ataque terrorista".

Um atirador abriu fogo na Rua Dizengoff, uma rua popular repleta de lojas e restaurantes. Uma imagem divulgada nas redes sociais mostrou o que se acreditava ser o atacante de pé no meio da estrada enquanto apontava uma pistola.

Segundo as autoridades, três pessoas ficaram feridas, duas em estado grave. O Hamas revelou que o atirador, um jovem de 23 anos, que foi morto pela polícia, era membro da organização.

Tiroteio em Tel Aviv aconteceu horas depois de uma rusga militar israelita

As forças de segurança israelitas disseram ter invadido a aldeia de Jaba para prender suspeitosprocurados por ataques a soldados israelitas na zona. Os suspeitos abriram fogo sobre as tropas israelitas, que dispararam de volta e mataram três pessoas, todas filiadas no grupo militante palestiniano da Jihad Islâmica, disse a polícia.

O Ministério da Saúde palestiniano identificou os homens como Sufyan Fakhoury, 26 anos, Nayef Malaisha, 25 anos e Ahmed Fashafsha, 22 anos, e disse que foram baleados pelo fogo israelita durante a operação militar. Um quarto homem foi hospitalizado com um ferimento de bala na cabeça, acrescentaram as autoridades.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel apela à calma no rescaldo de confrontos intensos na Cisjordânia

Incursão militar israelita na Cisjordânia causa mortos

Jovem palestiniano morto por soldados israelitas na Cisjordânia