EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Jovem palestiniano morto por soldados israelitas na Cisjordânia

Funeral do jovem palestiniano, Mohammed Tawfiq Badarneh, morto por soldados israelitas, na Cisjordânia
Funeral do jovem palestiniano, Mohammed Tawfiq Badarneh, morto por soldados israelitas, na Cisjordânia Direitos de autor Nasser Nasser/Copyright 2021 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Nasser Nasser/Copyright 2021 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um jovem palestiniano foi morto por soldados israelitas na Cisjordânia, um dia depois de o tsahal ter matado outros cinco palestinianos no território

PUBLICIDADE

Um palestiniano de 25 anos foi morto pelas forças israelitas na Cisjordânia ocupada, esta quarta-feira.

O jovem, identificado como Mohammed Tawfiq Badarneh, foi atingido durante uma rusga para prender um suspeito.

O tsahal diz que os soldados abriram fogo depois de "suspeitos armados terem disparado contra eles e de terem sido atirados engenhos explosivos na área".

No dia anterior, mais cinco palestinianos tinham sido mortos pelas forças israelitas.

Nos últimos meses, as forças do país efetuaram mais de 3.000 detenções em todo o território e o exército tinha anunciado a intensificação das operações no território palestiniano, após os ataques em paragens de autocarro em Jerusalém.

Mais de 140 palestinianos e pelo menos 26 israelitas foram mortos desde o início deste ano em toda a Cisjordânia, Israel e a disputada cidade de Jerusalém.

O enviado de Washington para os assuntos palestinianos, Hady Amr, disse na quarta-feira que a administração norte-americana está "a acompanhar de perto todos os incidentes relatados todos os dias".

As baixas incluem forças israelitas e militantes palestinianos, bem como dezenas de civis, incluindo transeuntes e crianças.

Além disso, em agosto 49 residentes de Gaza foram mortos em três dias de combates entre Israel e militantes palestinianos no enclave.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Netanyahu condena "ataque terroriosta"

Netanyahu vai chefiar governo com ultra-ortodoxos e extrema-direita

Tropas israelitas anunciam que operação de dois dias na Cisjordânia ocupada foi “concluída”