EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Tensão no Médio Oriente: Irão e Arábita Saudita firmam acordo diplomático

Negociador chinês, Wang Yi, ladeado pelos representantes da Arábia Saudita e Irão
Negociador chinês, Wang Yi, ladeado pelos representantes da Arábia Saudita e Irão Direitos de autor Luo Xiaoguang/Xinhua
Direitos de autor Luo Xiaoguang/Xinhua
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

China "patrocina" acordo diplomático entre Irão e Arábita Saudita, mais um passo para reduzir a tensão no Médio Oriente.

PUBLICIDADE

Depois de sete anos de tensões, o Irão e a Arábia Saudita acordaram restabelecer as relações diplomáticas e reabrir as suas embaixadas em dois meses. O acordo foi "apadrinhado" pelo Presidente chinês Xi Jinping.

Um importante avanço diplomático, alcançado em Pequim e negociado com o apoio da China, que diminuiu as possibilidades de um conflito armado entre estes países rivais do Médio Oriente. 

Uma grande vitória diplomática para os chineses - no momento em que os EUA vão abandonando, lentamente, a região - e quando se tem tentado pôr fim a uma longa guerra no Iémen. Conflito no qual tanto o Irão como a Arábia Saudita estão, profundamente, "entrincheirados".

As Nações Unidas saudaram esta aproximação entre os dois países e agradeceram à China pelo seu papel. 

"As boas relações de vizinhança entre o Irão e a Arábia Saudita são essenciais para a estabilidade da região do Golfo".
Stéphane Dujarric
Porta-voz da ONU

Os EUA tambémse congratularam com este acontecimento. A porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre afirmava que "quaisquer esforços para ajudar a pôr fim à guerra no Iémen e a diminuir as tensões na região do Médio Oriente" são bem-vindos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Soldados israelitas matam dois atacantes palestinianos na Cisjordânia

Muçulmanos celebram o Ramadão com grande tensão no Médio Oriente

Arábia Saudita e EUA acusam Irão de ataque a petrolífera