EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Iraque, a "catástrofe" que perdura 20 anos após os EUA invadirem o país

Iraque
Iraque Direitos de autor Hadi Mizban/AP
Direitos de autor Hadi Mizban/AP
De  Luis GuitaEuronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Iraque, a "catástrofe" que perdura 20 anos após os EUA e aliados invadirem o país

PUBLICIDADE

20 após a invasão do Iraque pelos Estados Unidos para derrubar Saddam Hussein, o país continua a enfrentar desafios significativos. Milhares de milhões de euros em receitas provenientes dos preços recorde do petróleo estão a ser enviados para o estrangeiro, as milícias continuam a dominar certas partes do país e a formação de um governo estável continua a revelar-se difícil.

A maioria dos jovens está desempregada, e milhões entre eles lutam para descobrir perspetivas de futuro.

"A juventude iraquiana deixou claro nos últimos anos que não quer ter um regime que esteja dividido segundo linhas religiosas. Eles não querem ter um regime que funcione apenas através do clientelismo, corrupção, política, mas existe uma forma tão nova especialmente entre os jovens do nacionalismo iraquiano onde a juventude iraquiana diz que temos de parar agora com esta divisão constante entre xiitas e sunitas. Nós somos iraquianos," explica o politólogo Asiem El Difraoui.

Na esperança de um futuro melhor, muitos jovens iraquianos estão a abandonar o país e outros protestam, como em 2019, quando pelo menos 600 jovens foram mortos - contudo a ambicionada mudança não foi alcançada.

O que foi inicialmente bem acolhido por muitos iraquianos a 20 de Março de 2003, deixou um país em ruínas 20 anos mais tarde. Décadas de guerra civil e a ascensão do chamado Estado islâmico com o seu reinado de terror mataram centenas de milhares de pessoas. E alguns consideram a classe política iraquiana mais leal ao Irão ou aos Estados Unidos do que aos próprios cidadãos.

"Apenas uma mínima parte dos especialistas imaginaria a catástrofe em que a invasão dos EUA mergulhou o Iraque," afirma o politólogo Asiem El Difraoui.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Curdos protestam contra ataques aéreos mortais na Síria e no Iraque

"Chegou a hora do acerto de contas". Turquia lança ataque aéreo sobre Síria e Iraque

Centenas de manifestantes invadem parlamento do Iraque