EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Jornalista francês Olivier Dubois já está em liberdade

Jornalista francês Olivier Dubois à chegada segunda-feira, dia 20 de Março, ao aeroporto de Niamey, capital do Níger
Jornalista francês Olivier Dubois à chegada segunda-feira, dia 20 de Março, ao aeroporto de Niamey, capital do Níger Direitos de autor Judith Besnard/Copyright 2023 The AP
Direitos de autor Judith Besnard/Copyright 2023 The AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Olivier Dubois foi raptado no norte do Mali em 2021 por um grupo extremista; um trabalhador humanitário norte-americano raptado em 2016 foi igualmente libertado

PUBLICIDADE

Após quase dois anos de cativeiro, o jornalista francês Olivier Dubois já está em liberdade.

Dubois chegou ao aeroporto de Niamey, capital do Níger, esta segunda-feira. na companhia de um trabalhador humanitário norte-americano, Jeffery Woodke, raptado por extremistas em 2016.

A smiling and visibly moved Olivier Dubois, a French journalist, was freed almost two years after his kidnapping by jihadists in Mali. He arrived at Niamey airport in Niger on Monday, alongside Jeffery Woodke, an American humanitarian worker who was held hostage since 2016.

Olivier Dubois, um jornalista independente,  foi raptado a 8 de abril de 2021 por um grupo extremista com ligações à Al-Qaeda.

Queria prestar homenagem ao Níger e ao seu know-how neste tipo de missão delicada e também à França
Olivier Dubois
Jornalista francês

"É um pouco impressionante ver todos estes microfones, sou eu que normalmente tenho o microfone na mão. Só para dizer que obviamente é enorme para mim estar aqui; ser livre. Não o esperava de todo. Queria prestar homenagem ao Níger e ao seu know-how neste tipo de missão delicada e também à França e a todos aqueles que me permitiram estar aqui hoje", disse o jornalista Olivier Dubois.

Os refêns foram recuperados pelas autoridades nigerianas antes de serem entregues às autoridades francesa e norte-americana. 

Reagindo às notícias, o presidente francês Emmanuel Macron expressou "enorme alívio" e gratidão às autoridades do Níger.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Casa Branca felicita operação militar que matou líder da Al-Qaeda

Líder da Al-Qaeda morto pelos EUA

Resgatado após três anos refém da Al-Qaeda