EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Primeira-ministra finlandesa derrotada pelo centro-direita

O vencedor das eleições legislativas na Finlândia
O vencedor das eleições legislativas na Finlândia Direitos de autor AP
Direitos de autor AP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Partido da Coligação Nacional ganhou as eleições legislativas na Finlândia, ultrapassando o partido da atual primeira-ministra. O primeiro classificado obteve 20,8% dos votos, mais nove décimas que a formação atualmente no poder.

PUBLICIDADE

O Partido da Coligação Nacional ganhou as eleições legislativas na Finlândia, ultrapassando o partido da atual primeira-ministra. O primeiro classificado obteve 20,8% dos votos, mais nove décimas que a formação atualmente no poder. Ainda que por apenas uma décima, a extrema-direita também conseguiu ficar à frente do partido de Sanna Marin.

O vencedor Petteri Orpo, líder do Partido da Coligação Nacional, tem agora de formar uma coligação. "Penso que o povo finlandês quer mudança. Eles querem mudança e agora vou iniciar negociações, abrir negociações, com todas as partes. E eu tenho uma questão crucial, que é a economia. Temos de consertar a nossa economia. Temos de fazer reformas para impulsionar a nossa abordagem económica", afirmou Petteri Orpo, líder do Partido da Coligação Nacional.

Em 2019, o Partido Social Democrata tinha vencido as eleições com 17,7% dos votos. Quatro anos depois, a primeira-ministra, Sanna Marin, prefere ver o copo meio cheio. "Há muito, muito tempo, que o partido de um primeiro-ministro não conseguia aumentar o seu apoio no número de lugares. Este é um feito brilhante, embora não tivéssemos ficado em primeiro hoje".

A extrema-direita aumentou a votação de 17,5% em 2019 para 20% este domingo. "Queridos finlandeses, sabem o que fizeram? Conseguiram o melhor resultado de sempre para esta festa", afirmou a líder do Partido dos Finlandeses, Riikka Purra.

Dada a votação ter sido renhida, o partido vencedor terá de formar uma coligação com outros partidos de forma a conseguir pelo menos 101 assentos parlamentares. As negociações podem ser difíceis.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Partido dos Finlandeses expulsa deputado por alegado envolvimento num tiroteio

Finlândia prolonga indefinidamente encerramento da fronteira com a Rússia

Finlândia: rapaz de 12 anos diz que disparou contra colegas porque era alvo de bullying