Cinco extremistas detidos por planearem ataque na Suécia

Polícia deteve cinco pessoas por alegadamente estarem a planear ataque
Polícia deteve cinco pessoas por alegadamente estarem a planear ataque Direitos de autor SESVT
Direitos de autor SESVT
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cinco pessoas com alegadas ligações ao extremismo islâmico foram detidas na Suécia por suspeitas de estarem a planear um ataque terrorista.

PUBLICIDADE

Cinco pessoas com alegadas ligações ao extremismo islâmico foram detidas na Suécia por suspeitas de estarem a planear um ataque terrorista. Os responsáveis pela luta contra o terrorismo desmentiram que este caso esteja relacionado com a queima do Alcorão em frente à embaixada turca em janeiro passado. Mas Susana Trehörning reconheceu que este ato desencadeou as ameaças de um ataque contra a Suécia ou interesses suecos.

Rasmus Paludan, extremista dinamarquês que também tem a cidadania sueca, queimou uma cópia do livro sagrado muçulmano em frente à embaixada turca em Estocolmo, em janeiro.

Um tribunal sueco anulou, esta terça-feira, a decisão da polícia que proibia protestos envolvendo a queima do Alcorão. O que aconteceu em janeiro mereceu a condenação dos países muçulmanos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Suécia passa a permitir mudança de género a partir dos 16 anos

Tiroteio na Suécia: "Foi ultrapassado novo limite", diz primeiro-ministro

Greta Thunberg e outros ativistas climáticos removidos à força da entrada do Parlamento sueco