Rússia exige "nova ordem mundial" para haver paz na Ucrânia

Rússia quer rever acordo sobre exportação de cereais
Rússia quer rever acordo sobre exportação de cereais Direitos de autor Vadim Ghirda/Copyright 2022 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ministro dos Negócios Estrangeiros defende o fim da "hegemonia" norte-americana.

PUBLICIDADE

Moscovo está disponível para negociar a paz na Ucrânia, desde que seja estabelecida uma “nova ordem mundial”, sem o domínio americano, "com base nos princípios da Carta das Nações Unidas, que, sublinho mais uma vez, são directamente violados pelo Ocidente".

De visita à Turquia, o ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Sergey Lavrov, insistiu que os países ocidentais devem dar garantias à Rússia para que se chegue a um acordo diplomático, com base.

Em Ancara, o chefe da diplomacia russa discutiu com o homólogo turco, Mevlut Çavusoglu,o futuro do acordo de cereias que no ano passado permitiu desbloquear os portos para a exportação de produtos agrícolas ucranianos.

A Rússia acusa os países europeus de ignorarem os interesses de Moscovo salvaguardados no documento. E Lavrov avisa agora que, caso o Ocidente mantenha o que diz serem "obstáculos", isto é, sanções, aos cereais e fertilizantes russos, Moscovo pode vir a trabalhar fora do acordo de exportação através do Mar Negro para fazer chegar produtos aos países que sofrem de insegurança alimentar.

.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Xi e Zelenskyy retomam contacto após invasão da Ucrânia

Parlamentos da UE e Ucrânia reunem-se para discutir adesão ao bloco

Rússia pode apelar a um cessar-fogo temporário