Protestos continuam em Israel apesar do ataque

Manifestações contra o Governo continuam
Manifestações contra o Governo continuam Direitos de autor Atef Szafadi/MTI/MTI
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As manifestações contra a reforma judicial continuaram este sábado, apesar do ataque que aconteceu na sexta-feira à noite, no centro de Telavive. Há três meses que se realizam protestos em massa contra a reforma que pretende conferir mais poder ao executivo em detrimento da Justiça.

PUBLICIDADE

As manifestações contra a reforma judicial continuaram este sábado, apesar do ataque que aconteceu na sexta-feira à noite, no centro de Telavive. Há três meses que se realizam protestos em massa contra a reforma que pretende conferir mais poder ao executivo em detrimento da Justiça.

As vítimas do ataque de sexta-feira, um turista morto e outros cinco feridos, foram homenageadas este sábado por várias pessoas que se deslocaram ao local para deixar flores ou colocar velas.

O Ministro dos Negócios Estrageiros israelita e o embaixador italiano visitaram os feridos no Hospital Ichilov, em Telavive. Os feridos são provenientes de Itália e do Reino Unido. A vítima mortal também era um turista italiano., que foi identificado como Alessandro Parini.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita classificou o ataque como terrorista.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Páscoa sob clima de tensão no Médio Oriente

Segundo maior hospital de Gaza não está operacional. Israel quer reféns libertados até ao Ramadão

Agrava-se conflito no sul do Líbano