EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Discurso de Macron recebido com protestos e violência

Macron propôs "um novo pacto da vida no trabalho"
Macron propôs "um novo pacto da vida no trabalho" Direitos de autor GEOFFROY VAN DER HASSELT/AFP or licensors
Direitos de autor GEOFFROY VAN DER HASSELT/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em Lyon, esquadra de polícia foi incendiada e dois agentes ficaram feridos

PUBLICIDADE

Mal terminaram os 13 minutos de discurso de Emmanuel Macron, os ânimos voltaram a exaltar-se nas ruas de França

Há imagens de caixotes do lixo em chamas em Paris, mas podia ter sido em Caen e Marselha, onde mais de duas dezenas de pessoas foram detidas, ou em Lyon, onde um edifício municipal foi invadido e vandalizado, a entrada de uma esquadra de polícia foi incendiada e dois agentes ficaram feridos

Antes, o presidente tinha dito isto: "Estas mudanças eram necessárias, para garantir a reforma de toda a gente e para produzir mais riqueza na nossa nação. A resposta não podia ser baixar as pensões, nem aumentar as cotizações dos que trabalham e também não podia ser nada fazer, porque isso significaria deixar acumular os nossos défices e aumentar o endividamento das futuras gerações".

Ao som de panelas, frigideiras e outros objetos, milhares de franceses fizeram saber que não estão dispostos a esperar pelos "cem dias" que Macron propôs para fazer a voltar a fazer um balanço, no que chamou de "um novo pacto da vida no trabalho".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Francês detido no Irão por participar em protestos após a morte de Mahsa Amini foi libertado

Centenas assistem a recriação de desembarque do Dia D

Milhares de túmulos iluminados não deixam apagar a memória do Dia D