UE chega a acordo com cinco Estados-membros sobre cereais ucranianos

Quatro países tinham proibido a importação de cereais ucranianos
Quatro países tinham proibido a importação de cereais ucranianos Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Após duas semanas de intensas negociações, Bruxelas chegou a um acordo com cinco Estados-membros para garantir o trânsito de cereais ucranianos.

PUBLICIDADE

O "acordo de princípio" prevê o fim da proibição de importações de cereais ucranianos decretada por Polónia, Hungria, Eslováquia e Bulgária no início deste mês, em troca de "medidas excecionais de salvaguarda" relativas a quatro produtos ucranianos considerados "os mais sensíveis": trigo, milho, colza e sementes de girassol. Serão realizadas avaliações em relação a outros produtos da Ucrânia, como soja e azeite. 

A Roménia que tinha decidido não proibir as importações e esperar por medidas da Comissão também chegou a acordo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polónia: temperaturas abaixo de zero após vaga de calor

Despesas militares na Europa mais elevadas do que no final da Guerra Fria

Polónia detém suspeito de ajudar a planear homicídio de Zelenskyy