EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Estónia cria uma "Autoestrada de Polinizadores"

Tallinn é a Capital Verde Europeia 2023
Tallinn é a Capital Verde Europeia 2023 Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Verónica RomanoJanis Laizans
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É uma espécie de prado linear, onde há espaço para animais, plantas, pessoas e até arte

PUBLICIDADE

Tallinn, a capital da Estónia e a Capital Verde Europeia 2023, está a desenvolver uma "Autoestrada de Polinizadores". É um ambiente natural semelhante a um prado, mas linear, com 14 quilómetros de comprimento. 

O corredor verde é rico em fauna e flora. Percorre seis dos oito distritos da cidade, tendo como objetivo integrar um espaço verde no meio urbano, explicou Ivo Heinrich Arro, do Departamento de Espaços de Tallinn. "Os parques urbanos tendem a ser ilhas um pouco isoladas no tecido urbano", disse.

O projeto vai ocupar o lugar de um antigo caminho ferroviário e de uma linha elétrica de alta tensão, cujos cabos estão a ser colocados no subsolo.

Para enriquecer a biodiversidade na área, os jardineiros da capital selecionam cuidadosamente as flores para os canteiros, priveligiando as espécies naturais da Estónia.

No entanto, "nas ruas de tráfego intenso, há canteiros perenes", esclarece a jardineira municipal Liivi Mäekallas. "Chamamos-lhes 'fronteiras das abelhas', porque há plantas ricas em néctar, que sustentam os polinizadores e também são belas para o olho humano".

A arte também tem lugar nesta autoestrada. Há três instalações artísticas amigas do ambiente, que pretendem atrair a comunidade local.

Servindo como parques infantis ou apenas como pontos de encontro para as pessoas, não deixam os animais de parte. Na verdade, são casas para eles.

Tentámos juntar os polinizadores e os visitantes humanos nesta instalação. Assim, os polinizadores podem habitá-la no inverno e os humanos podem experimentar o espaço que os polinizadores habitam
Triin Vallner e Ko Ai
Artistas

As zonas verdes também ajudam a capital a baixar a temperatura, especialmente no verão e durante as ondas de calor.

Os funcionários municipais acreditam que as plantas em geral fazem as pessoas da cidade felizes.

"A vegetação urbana é muito relevante em termos de prestação de serviços baseados na natureza", considera Krista Kampus, diretora executiva da Capital Verde Europeia. 

"É importante para a saúde das pessoas, especialmente para a saúde mental. Mas também é importante no que diz respeito a diferentes atividades recreativas", afirmou Kampus. 

Ao expandir a sua área verde, Tallinn procura oferecer uma melhor qualidade de vida aos seus habitantes, o que poderá tornar a capital mais competitiva entre os países bálticos e nórdicos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Atlas de Insetos" responsabiliza pesticidas pelo declínio dos polinizadores

Dia Mundial das Abelhas: Os polinizadores fazem o "Buzz"

Hora do crepúsculo para o Pacto Ecológico Europeu?