Protesto contra adesão da Suécia à NATO

Governo sueco pediu a adesão à NATO na sequência da invasão russa da Ucrânia.
Governo sueco pediu a adesão à NATO na sequência da invasão russa da Ucrânia. Direitos de autor Maja Suslin/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Centenas de pessoas, incluindo manifestantes, pró-curdos, desfilaram pelas ruas de Estocolmo.

PUBLICIDADE

Na capital sueca, estima-se que 500 pessoas, incluindo dezenas de manifestantes pró-curdos, se reuniram, este domingo, em protesto contra os planos de adesão da Suécia à NATO.

Munidos de cartazes, vários manifestantes disseram "Não" à Aliança Atlântica e "Não" às leis de Recep Tayyip Erdoğan, o presidente turco, na Suécia.

O governo sueco avançou com o pedido de adesão à aliança militar na sequência da invasão russa da Ucrânia.

Ancara bloqueia o processo há meses. Acusa a Suécia de ser um refúgio para ativistas curdos classificados como "terroristas."

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Maior exercício aéreo de sempre da NATO para mostrar o poder da Aliança a Putin

Adesão à NATO gera divisões na Suécia. "Vamos sentar-nos à mesa onde as decisões são tomadas"

Bandeira da Suécia já foi hasteada na sede da NATO