EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Submergível Titan sofreu "implosão catastrófica"

AP
AP Direitos de autor AP/AP
Direitos de autor AP/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Operações concentram-se agora na recuperação dos restos mortais dos cinco passageiros

PUBLICIDADE

Confirmada a morte dos cinco ocupantes do submergível de turismo Titan, perto dos escombros do Titanic, no Atlântico Norte, as atenções viram-se agora para a recuperação dos restos mortais, uma tarefa complicada com resultado incerto.

A guarda-costeira norte-americana e a OceanGate Expeditions confirmaram que o submergível sofreu uma "implosão catastrófica".

Contra-Almirante John Mauger, Comandante do Primeiro Distrito da Guarda Costeira dos EUA:"No fundo do mar, o ambiente é incrivelmente implacável e os destroços são consistentes com uma implosão catastrófica do aparelho. Por isso, vamos continuar a trabalhar e a procurar na zona, mas não posso dar uma resposta nem fazer previsões neste momento."

O Wall Street Journal revelou ontem que a Marinha dos Estados Unidos detetou logo no domingo, pouco depois da perda de contacto com o submergível, um sinal que indicaria a provável implosão do Titan.

A bordo seguiam o patrão da OceanGate, Stockton Rush, o multimilionário britânico Hamish Harding, o especialista em naufrágios francês Paul-Henri Nargeolet e os britânico-paquistaneses Shahzada e Suleman Dawood, pai e filho e membros de uma das famílias mais ricas do Paquistão.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Jornalistas têm acesso raro a submarino nuclear francês da classe Rubis

Macron no Brasil: presidente francês lança submarino e anuncia investimento de mil milhões de euros

Coreia do Norte testou drone marítimo com armas nucleares em resposta a exercícios dos EUA e aliados