EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Atirador de Colorado Springs é condenado a prisão perpétua

Colorado Springs, EUA
Colorado Springs, EUA Direitos de autor AP Photo/David Zalubowski
Direitos de autor AP Photo/David Zalubowski
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Homem responsável pelo tiroteio em massa que em 2022 provocou a morte a cinco pessoas numa discoteca de Colorado Springs foi condenado a prisão perpétua.

PUBLICIDADE

Anderson Lee Aldrich declarou-se culpado do tiroteio em massa ocorrido em 2022 numa discoteca LGBTQ+ de Colorado Springs, EUA.

A confissão e a condenação a prisão perpétua poupam as famílias das vítimas e os sobreviventes a um julgamento longo e potencialmente muito doloroso.

Cinco pessoas morreram quando o atirador entrou no Club Q e disparou indiscriminadamente uma espingarda semiautomática do tipo AR-15.

Aldrich cumprirá cinco penas de prisão perpétua consecutivas, mais 48 anos por cada tentativa de homicídio, totalizando mais 2.208 anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mais de 40 ativistas LGBTQ detidos em Istambul

Perseguição à comunidade LGBTQ na Republika Srpska

ONG's apelam aos Estados-membros para avançar contra Hungria por causa de lei anti-LGBTQI+