EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Israelitas bloqueiam estradas contra reforma do sistema judicial

Estradas bloqueadas em Israel contra reforma do sistema Judicial
Estradas bloqueadas em Israel contra reforma do sistema Judicial Direitos de autor Ariel Schalit/Copyright 2023 The AP All rights reserved
Direitos de autor Ariel Schalit/Copyright 2023 The AP All rights reserved
De  Euronews com AFP, AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Protestos em massa regressam às ruas de Israel após parlamento aprovar, em primeira leitura, reforma judicial proposta pelo governo.

PUBLICIDADE

As principais estradas e autoestradas de Israel foram ocupadas, ao início da manhã, por milhares de manifestantes e ativistas que se opõem à controversa reforma judicial, bandeira do governo de Benjamin Netanyahu. 

A polícia usou canhões de água para dispersar quem protestava, em mais um "dia de resistência" e deteve pelo menos 20 pessoas.

A reforma elimina a capacidade do Supremo Tribunal de rever e anular as decisões governamentais. Para os organizadores dos protestos, é a Democracia que está em risco. 

Um dos manifestantes afirmava que o governo está a "correr como louco__para aprovar a legislação sem chegar a um consenso e, no final, estão a pôr em risco" o país. Outro frisava ser um _"_homem de direita" acrescentando estar convicto de que "a forma como as coisas estão a evoluir (...) é muito má" para o país "enquanto democracia".

O reacendimento dos protestos em massa, contra a reforma e contra o governo, acontece horas depois de o projeto de lei que ter sido aprovado, em primeira leitura, pelo Parlamento israelita. A oposição alega que a legislação é feita à medida dos problemas judiciais do primeiro-ministro. 

Mas o conservador Benjamin Netanyahu detém uma confortável maioria parlamentar depois de ter formado uma coligação com partidos de extrema-direita e ultra-ortodoxos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Manifestantes regressam às ruas de Telavive

Manifestações em Israel para um cessar-fogo em Gaza e renúncia do primeiro-ministro

Familiares de reféns bloqueiam autoestrada em Israel