EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Aeroporto da Catânia encerrado após incêndio

Bombeiros combatem as chamas no aeroporto da Catânia
Bombeiros combatem as chamas no aeroporto da Catânia Direitos de autor RAI / EBU
Direitos de autor RAI / EBU
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um incêndio no aeroporto da Catânia levou ao encerramento das instalações. Autoridades dizem que ardeu uma pequena parte do terminal de partidas e os voos serão retomados ainda esta semana.

PUBLICIDADE

O aeroporto de Catânia, o maior da ilha italiana da Sicília, vai ficar encerrado até às 12h00 GMT de quarta-feira, na sequência de um incêndio que deflagrou no domingo à noite. 

"As operações de voo estão suspensas até quarta-feira, 19 de julho, às 14h00 locais", pode ler-se na conta do Twitter, do aeroporto.

Segundo a imprensa, o incêndio começou pouco antes da meia-noite e só foi controlado ao amanhecer, sem causar vítimas.

Todas as áreas foram evacuadas, uma vez que uma grande parte do aeroporto internacional foi tomada por um fumo espesso.

O prazo de dois dias para a reabertura do aeroporto deverá permitir reparar os danos causados pelo incêndio e arejar o edifício, ainda impregnado pelo cheiro a fumo, segundo os meios de comunicação social.

Está a decorrer uma investigação sobre o incêndio, que terá começado no rés-do-chão por volta das 23h30, antes de se propagar ao primeiro andar do terminal de partidas.

Na tentativa de controlar os danos turísticos do incidente, o Diretor Executivo do Aeroporto Internacional de Catânia, Nico Torrisi, apressou-se a comunicar: "Quero deixar absolutamente claro que os danos ocorridos no Terminal A são absolutamente marginais e que o aeroporto inteiro não ardeu, como foi dito, mas infelizmente uma pequena parte que já estamos a restaurar e que esperamos reabrir o mais rapidamente possível".

Relativamente à suspensão dos voos, Torrisi explicou: "Estamos a trabalhar com os outros aeroportos para podermos garantir o reencaminhamento dos voos para Comiso em vez de outros aeroportos da Sicília e da Calábria e esperamos garantir que a maioria dos passageiros tenha menos inconvenientes se voar a partir daqui".

Torrisi garantiu também que se os passageiros tiverem de se deslocar para outros aeroportos, serão disponibilizados autocarros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polícia italiana detém alegado membro ativo do Estado Islâmico em Roma

Cancelamento de voos afeta 250 mil passageiros em Itália

O que fez colapsar o restaurante Medusa em Maiorca?