EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Portugal bateu no poste da América e deixa o Mundial feminino em lágrimas

Megan Rapinoe consola a portuguesa Jéssica Silva, que terminoiu o Mundial em lágrimas
Megan Rapinoe consola a portuguesa Jéssica Silva, que terminoiu o Mundial em lágrimas Direitos de autor Rafaela Pontes/AP Photo
Direitos de autor Rafaela Pontes/AP Photo
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A goleada dos Países Baixos ao Vietname obrigava as "Navegadoras" a ganhar às campeãs do mundo, mas o sonho bateu no poste

PUBLICIDADE

Portugal sai de cabeça erguida do Mundial feminino ao empatar a zero com as campeãs do mundo, num jogo em que ficou cedo obrigado a ganhar aos Estados Unidos para se apurar para os oitavos de final.

Com os Países Baixos a golear o Vietname na outra partida do grupo E, só a vitória interessava às Navegadoras. e ficaram perto, aos 90 minutos, quando Ana Capeta acertou no poste.

A equipa portuguesa apresentou-se muito determinada diante das campeãs do mundo e até ao intervalo andaram sempre mais perto da baliza americana do que o inverso, mas o nulo manteve-se até ao descanso no Eden Park, de Auckland.

No Estádio de Dunedin, as vice-campeãs do mundo depressa se colocaram em posição de apuramento. Lieke Martens marcou logo aos oito minutos. Katja Snoeijs dialtou aos 11 minutos e, ainda antes dos 20, Esmee Brugts fez o 3-0. Aos 23 minutos, Jill Roord fez o quarto e, sobre os 45, Danielle van de Donk assinou a "manita".

Já na segunda parte, Esmee Brugts e Jill Roord bisaram e os Países Baixos chegaram aos sete golos, aos 83 minutos.

Às portuguesas, para se qualificarem, só a vitória interessa e tudo ainda está ao alcance das comandadas de Francisco Neto nos derradeiros minutos  de jogo.

Sobre os 90 minutos, Ana Capeta atirou ao poste da baliza americana e foi o melhor que as Navegadoras conseguiram, mas não foi pouco. Portugal empatou a zero com as atuais campeãs do mundo, no adeus à Nova Zelândia.

Países Baixos e Estados Unidos seguem para os oitavos.

Em lágrimas, a portuguesa Jéssica Silva lamentou que tenha ficado "pelo caminho a equipa mais competente".

Ao meio dia, hora portuguesa, arrancaram os derradeiros jogos  do grupo D. 

A China ainda sonhavam com a qualificação diante  a Inglaterra, que liderava o grupo. As inglesas, no entanto, não facilitaram e golearam as asiáticas, por 6-1, garantindo o primeiro lugar, 100% vitorioso nesta primeira fase.

No outro jogo do grupo, a Dinamarca confirmou o favoritismo diante do Haiti, venceu 2-0, e carimbou a qualificação para os oitavos de final, no segundo lugar do grupo.

A Inglaterra vai agora enfrentar a Nigéria, enquanto as dinamarquesas jogam contra o único anfitrião do torneio ainda em prova, a Austrália.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Surpresa no Mundial feminino: Espanha goleada pelo Japão

Mundial feminino: Portugal vence Vietname e agora discute "oitavos" com os EUA

Equipas anfitriãs entram a ganhar no Mundial feminino