EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Trump indiciado por interferência nas eleições de 2020

Ex-presidente dos EUA está envolvido em vários casos judiciais.
Ex-presidente dos EUA está envolvido em vários casos judiciais. Direitos de autor Sue Ogrocki/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Sue Ogrocki/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Euronews com Lusa
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ex-presidente dos EUA foi formalmente acusado de quatro crimes. Trump fala em "outra tentativa" de encobrir "as más notícias sobre suborno e extorsão vindas do 'lado' de Biden."

PUBLICIDADE

Donald Trump foi formalmente acusado por um grande júri pela alegada tentativa de reverter os resultados das eleições de 2020. O processo terminou com a invasão ao Capitólio.

A informação foi confirmada por Trump depois do anúncio na rede social Truth Social.

Das quatro acusações constam conspiração para defraudar os EUA, mas também conspiração para obstruir procedimentos legais, obstrução e tentativa de obstrução de procedimentos locais e conspiração contra a lei, incluindo a adulteração de testemunhas.

De acordo com a cadeia de televisão norte-americana CNN, a equipa legal do ex-presidente dos EUA já preparou uma resposta para a acusação.

Este é o terceiro processo criminal movido contra Trump, que está de olho num segundo mandato na Casa Branca.

O caso é particularmente relevante, porque acusa Trump de atacar os alicerces da democracia num esforço para se agarrar ao poder.

"Neste caso, procurar-se-á um julgamento rápido para que as nossas provas possam ser testadas em tribunal e julgadas por um júri de cidadãos. Entretanto, devo enfatizar que o indiciamento é só uma alegação e que o réu deve ser considerado inocente até que se prove a culpa além de qualquer dúvida razoável em tribunal.”
Jack Smith
Procurador especial

Trump foi intimado a comparecer em tribunal em Washington esta quinta-feira.

O ex-presidente dos EUA já enfrenta acusações por alegada posse de documentos classificados.

Também foi acusado de falsificação de registos comerciais e de suborno a uma atriz pornográfica.

Trump descreveu a possível acusação como "outra tentativa" de encobrir "as más notícias sobre suborno e extorsão vindas do 'lado' de Joe Biden."

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump prepara-se para audiência no tribunal

Robert de Niro chama "palhaço" a Donald Trump à porta do tribunal

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa