EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Fim de semana de calor, tempestades e inundações na Europa

A cheia do rio Savinja obrigou à evacuação da localidade de Celje, na Eslovénia
A cheia do rio Savinja obrigou à evacuação da localidade de Celje, na Eslovénia Direitos de autor Gregor Ravnjak/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Gregor Ravnjak/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Alerta para condições climáticas extremas em vários países da União Eurpeia. Diversas áreas da Áustria e Eslovénia estão submersas, enquanto o calor sobe no sul.

PUBLICIDADE

Três pessoas morreram na Eslovénia devido a chuvas torrenciais e inundações repentinas.

A agência ambiental eslovena elevou o alerta meteorológico para o nível mais alto depois de ter caído uma quantidade de chuva equivalente a um mês, em 24 horas, nas regiões norte, noroeste e centro do pequeno país europeu.

"Podemos já dizer que se trata de uma inundação recorde", afirmou o Primeiro-Ministro, Robert Golob, numa conferência de imprensa, depois de ter interrompido as suas férias devido às inundações. Golob afirmou que as inundações poderão ser as maiores desde que a Eslovénia se tornou independente em 1991.

A cheia do rio Savinja obrigou à evacuação da localidade de Celje. 

Os distritos de Medlog e Špica estão inundados, assim como o parque da cidade e Polule, um distrito suburbano no sul de Celje.

Cerca de 4.000 habitantes, um décimo da população da cidade,  tiveram de abandonar as residências e foram alojados num pavilhão desportivo, num centro de juventude e num armazém de uma loja.

O chefe das equipas de resgate no terreno, Tomaž Ažbe, refere: "De momento, as prioridades são o salvamento de pessoas que ainda se encontram em risco nas zonas inundadas. A segunda prioridade é estabelecer estradas, pelo menos as suficientes para chegar a certas instalações".

A região de Koroska, no norte da Eslovénia, que faz fronteira com a Áustria, foi a mais atingida, com pontes e estradas destruídas e o abastecimento de água cortado em algumas zonas.

As autoridades locais pediram ao governo austríaco que se prontificasse a prestar cuidados hospitalares aos eslovenos, se necessário. O principal hospital da capital da Eslovénia, Ljubljana, declarou que estava a funcionar em modo de alerta e disse às pessoas que só se dirigissem ao hospital por razões urgentes.

Através do Twitter, o Comissário Europeu para a Gestão de Crises, Janez Lenarcic, declarou o alerta meteorológico em vários países da UE durante todo o fim de semana.

O sul da Áustria continua a registar graves inundações devido à persistência de fortes chuvas, deslizamentos de terra e inundações, que não dão descanso sos serviços de emergência em partes da Caríntia, da Estíria e do sul de Burgenland. 

Para além dos distritos particularmente afetados na Caríntia, na tarde de sexta-feira, três distritos da Estíria foram declarados em alerta pela proteção civil. Espera-se precipitação forte durante o fim de semana.

A população está a ser convidada a abster-se de deslocações de carro não essenciais e a permanecer em casa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sul da Califórnia já não via tempestade assim há 84 anos

Euro 2024: Espanha vence a Itália com autogolo e passa à fase seguinte

Calor, chuva e tempestades assolam Europa